Estudo sobre o suporte polimérico sintético utilizado pelo pintor contemporâneo português Daniel Vasconcelos Melim

  • Maria Coromoto Gomes Correia Leite Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa
  • Ana Bailão Faculdade de Belas Artes Universidade de Lisboa, FBAUL/CIEBA
  • Maria Eduarda Machado de Araújo Universidade de Lisboa

Resumen

Os polímeros sintéticos termoplásticos estão presentes não só nas vivências quotidianas, mas também em obras de arte. Dado o ímpeto experimental dos artistas contemporâneos em utilizar nas suas obras materiais diversificados e não convencionais, muitas vezes materiais de construção, como é o caso de tintas acrílicas utilizadas em interiores, membranas plásticas para cobertura, componentes elétricos, mobiliário, entre outros, torna-se necessário identificar estes polímeros. A identificação passa pelo estudo das suas características e do seu comportamento perante alguns agentes exteriores, tais como: a radiação ultravioleta e visível (UV-V), a temperatura, a humidade ambiente ou mesmo em alguns casos, a água no estado líquido e o oxigénio.


A investigação que aqui se apresenta tem como objetivos: identificar o plástico utilizado pelo pintor português Daniel Vasconcelos Melim como suporte para as suas pinturas a tinta acrílica; estudar algumas das suas propriedades físico-químicas e identificar os fenómenos de alteração mais frequentes.


A investigação que aqui se apresenta tem como objetivos: identificar o tipo de polímero sintético utilizado pelo pintor português Daniel Vasconcelos Melim como suporte para as suas pinturas a tinta acrílica; estudar algumas das suas propriedades físico-químicas e identificar os fenómenos de alteração mais frequentes. Para o estudo identificativo e comparativo do polímero sintético utilizado pelo artista, recorreu-se à Espectroscopia no Ultravioleta-visível (UV-Vis), à Espectroscopia de Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR) e Reflexão Total Atenuada (ATR-FTIR), à medição da densidade e a ensaios de solubilidade em diferentes solventes, a testes de pirólise e de chama e ao método de extração com um Soxhlet e com solvente orgânico, em amostras de membranas termoplásticas da marca RENOLIT - SE de anos distintos, nomeadamente de 2011 e de 2018. Realizaram-se ainda testes de envelhecimento em amostras de membrana durante 67 dias, à temperatura ambiente de 21 oC e à temperatura de 70 oC de forma a identificar alguns fenómenos de alteração, tais como: alteração da cor e perda de massa.

Biografía del autor

Afiliaciones del autor

Maria Coromoto Gomes Correia Leite: Professor of Physics and Chemistry at the Grouping of Schools Raul Proença, in Caldas da Rainha. Her first degree was in Engineering Ceramics and Glass, by the University of Aveiro in 1998 and her second degree is in Physics and Chemistry (Teaching), by the University of the Azores in 2005. She teaches Physics and Chemistry since 2000. Attends the 2nd Masters in Sciences of the Art and Heritage of the Faculty of Fine Arts of the University of Lisbon. Participated in September 2018 at the Colloquium on Heritage Conservation Investigations and in May 2019 at the Plastics Heritage Congress.

Afiliaciones del autor

Ana Bailão:  Diploma in Conservation and Restoration by the Polytechnic Institute of Tomar (2005) and a master´s degree in Painting Conservation by the Portuguese Catholic University (2010). The master research was about methodologies and techniques of retouching. PhD in Conservation of Paintings at the same university, in collaboration with the Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (CITAR) and the Instituto del Patrimonio Cultural de España (IPCE), Madrid. The doctoral research was about the criteria and methodologies which might help to enhance the quality of painting retouching. The projects are presented through publications, lectures, exhibitions and presentations. Teaching about conservation and restoration, especially chromatic retouching, since 2008. Since 2004 carrying out conservation and restoration works.

Afiliaciones del autor

Maria Eduarda Machado de Araújo: ORCID 0000-0002-9876-9015; Web of Science ResearcherID E-6528-2012. Página institucional: https://ciencias.ulisboa.pt/perfil/mearaujo). Doutoramento em Química (1991), Universidade de Lisboa, ramo de Química Orgânica. Professora Auxiliar (1991), Departamento de Química e Bioquímica, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Há vários anos que lecciona u.c. de Química para alunos de licenciatura em Ciências da Arte e do Património e mestrado em Ciências da Conservação e Restauro de Arte Contemporânea, da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Orientadora de teses de mestrado e doutoramento. Autora de comunicações e artigos científicos em revistas indexadas, na área da identificação de materiais orgânicos em objectos históricos

Citas

BEERKENS, L. (et al.) (2012), The Artist Interview for Conservation and Presentation of Contemporary Art. Guidelines and Practice.

DERRICK, M.; STULIK, D.; LANDRY, J. (1999). Scientific Tools for Conservation - Infrared Spectroscopy in Conservation Science. The Getty Conservation Institute. New York: Tevvy Ball, Managing Editor.

DIETRICH, B. (2013). Simple Methods for Identification of Plastics. Germany: Hanser Publications.

INCCA (2002). “Guide to Good Pratice Artist`s Interviews”, revisto em 2016, pp. 1-26. In https://www.eai.org/resourceguide/collection/computer/pdf/incca.pdf.

SCICOLONE, G. (2009). Restauración de la pintura contemporánea. Editorial Nerea.

SHASHOUA, Yvonne. (2001). “Inhibiting the deterioration of plasticized poly(vinyl chloride) – a museum perspective”. Danish Ph.D Thesis, Technical University of Denmark (DTU), Copenhagen.

SHASHOUA, Y. In: May E, Jones M (eds)(2006).Conservation Science, heritage materials. The Royal Society of Chemistry, Cambridge.

SHASHOUA, Y. (2008) - Conservation of Plastics: Materials Science, Degradation and Preservation. Oxford: Publisher Taylor & Francis Ltd.

SHEESLEY, S. – Artist Interviews as Tools for Diligent Conservation Practice. The Book and Paper Group Annual. Vol. 26 (2007), pp. 162-165.

STUART, B. H. (2007). Analytical Techniques in Materials Conservation. England: John Wiley & Sons.

UBIETA, M. (2011). Conservación y restauración de materiales contemporâneos y nuevas tecnologías. Madrid: Editorial Síntesis S.A.
Publicado
2019-06-27
Cómo citar éste artículo
LEITE, Maria Coromoto Gomes Correia; BAILÃO, Ana; MACHADO DE ARAÚJO, Maria Eduarda. Estudo sobre o suporte polimérico sintético utilizado pelo pintor contemporâneo português Daniel Vasconcelos Melim. Ge-conservación, [S.l.], v. 1, n. 15, p. 161-171, jun. 2019. ISSN 1989-8568. Disponible en: <https://ge-iic.com/ojs/index.php/revista/article/view/633>. Fecha de acceso: 23 jul. 2019

Recomendaciones por el Autor (títulos/cabecera)

Recomendaciones por el Autor (sin patrón)