Para a história do restauro de pintura em Portugal: as antigas intervenções no retrato de José António de Oliveira Machado, da Biblioteca Nacional de Portugal

  • António João Cruz
  • Carla Rego

Resumen

Uma pintura sobre tela, de finais do século XVIII, aparentemente em bom estado de conservação, mostrou que afinal já sofreu danos muito significativos, possivelmente devido às más condições de acondicionamento em que esteve. Na primeira metade do século XIX encontrava-se num depósito em Lisboa, para onde foram recolhidas as obras retiradas dos conventos, então extintos em Portugal. A pintura foi depois sujeita a numerosas intervenções de restauro, das quais as mais extensas foram tecnicamente bem executadas, provavelmente em finais do século XIX ou princípios do século XX, ainda que seguindo princípios diferentes dos actuais. Com base no estudo efectuado, recorrendo a diversos métodos de exame e análise, são descritas as intervenções detectadas, especialmente as operações de tratamento dos rasgões e de lacunas, algumas das quais executadas de forma pouco comum, assim como são identificados os materiais usados nessas intervenções.

Publicado
2015-06-15
Cómo citar éste artículo
CRUZ, António João; REGO, Carla. Para a história do restauro de pintura em Portugal: as antigas intervenções no retrato de José António de Oliveira Machado, da Biblioteca Nacional de Portugal. Ge-conservación, [S.l.], p. 5-13, jun. 2015. ISSN 1989-8568. Disponible en: <http://ge-iic.com/ojs/index.php/revista/article/view/238>. Fecha de acceso: 08 dic. 2019
Sección
Artículos

Palabras clave

história, restauro, pintura, tela, tratamento, rasgões, lacunas, reintegração cromática

Recomendaciones por el Autor (títulos/cabecera)

Recomendaciones por el Autor (sin patrón)